Notícias

SEM EXPECTATIVAS: GOVERNO DO PARANÁ MAIS UMA VEZ NÃO DÁ ANDAMENTO EM NEGOCIAÇÕES POR VALORIZAÇÃO

06 de Junho de 2022

Na manhã desta segunda-feira, 06 de junho, Dr. Gutemberg L. N. Ribeiro, Presidente da ADEPOL-PR, participou de mais uma reunião na Casa Civil, juntamente com representantes do Governo, dentre eles o Delegado Geral, e de outras entidades que representam as classes Policiais Civis do Estado do Paraná. Como era esperado, mais uma vez o Governo jogou a Polícia Civil para escanteio, encerrando assim as esperanças de valorização da classe, em especial a dos Delegados de Polícia, para o ano de 2022.

Na reunião, representantes do Governo tentaram convencer os participantes de que o caixa estadual não suportaria avanços de carreira e uma nova tabela de subsídio, utilizando inclusive, pressupostos como a crise financeira, entre estes a reforma tributária e diminuição na arrecadação do ICMS, discurso totalmente inaceitável, principalmente após estudos realizados pela ADEPOL-PR junto com um economista que comprovou que o Governo tem sim condições de prosseguir com o projeto de implantação de uma nova tabela de subsídios.

A ADEPOL-PR, assim como as outras entidades de Classe, sente-se indignada com as atitudes do atual Governo, que mais uma vez deixa a Polícia Civil de lado com falsas expectativas, até porque o Departamento da Polícia Civil , com a criação de seu projeto, (por sinal modificado para melhor pelas Entidades de Classe), já sabia do desconforto que causaria em sua não aprovação, com afrontamento aos Deputados apoiadores e, principalmente, descontentamento entre os servidores da PCPR.

Novas reuniões serão marcadas, porém, esta associação informa: temos que ser realistas, pelo andar da carruagem, não teremos avanços tão cedo! Continuaremos na luta, sempre de forma transparente, informando nossos associados pari passu acerca dos próximos capítulos dessa novela que se estende cada vez mais, sem perspectivas de um final feliz.