Notícias

Presidente da ADEPOL-PR visita presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e pede que PSL faça um destaque a PEC da Reforma da Previdência

12 de Junho de 2019

O presidente da ADEPOL-PR, Dr. Daniel Fagundes, visitou, na tarde desta quarta-feira, dia 12, em Brasília, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o deputado Federal Felipe Francisquini (PSL-PR) e entregou formalmente um pedido de destaque por parte do PSL a PEC da Reforma da Previdência assegurando direitos iguais entre as forças de segurança pública nos Estados da Federação. ” O destaque é uma forma de colocar em Plenário emendas ou parte de emendas apresentadas na Comissão Especial. É importante ressaltar que se o destaque for de um partido ele não pode ser votado globalmente, o que é uma garantia de manutenção dos direitos de maneira direta. Precisamos salvaguardar a igualdade dos operadores da segurança pública no país. O governo Bolsonaro em sua proposta de reforma apresenta um texto diferente para os militares, muito mais benéfico, e um texto colocando os policiais Civis na vala comum. O que nós queremos é igualdade de condições, não podemos aceitar menos que isso”, explicou Dr. Daniel.

Segundo o presidente se a proposta for aceita, ou seja, se a Reforma proposta aos militares for trazida aos policiais Civis, os direitos estão assegurado. “Para a proposta oferecida aos militares não há o quesito de idade mínima, aumenta-se apenas cinco anos do tempo de contribuição, passando de 30, para 35 anos. Além disso, mantem-se a integralidade e a paridade, mantem-se a pensão em caso de morte do policial para a família e mantem-se a alíquota em 10,5%. É isso que estamos buscando”, resumiu o presidente da ADEPOL-PR.