Notícias

LOA 2018 prevê reajuste aos servidores públicos estaduais em 2019 e confirma excesso de arrecadação nos cofres do estado

29 de Abril de 2019

O governo do Estado do Paraná tem dinheiro em caixa para conceder reajuste salarial aos servidores públicos do Estado do Paraná. É isso que demonstra a Lei Orçamentária Anual de 2019, aprovada ainda em 2018, na Assembleia Legislativa do Paraná. Os dados, divulgados na manhã desta segunda-feira, dia 29 de abril, em reunião entre representantes das categorias dos servidores públicos do Estado e o vice-governador, Darci Piana, mostram que o governo concentra todas as condições legais, orçamentárias e financeiras para aplicar a reposição da data-base, congelada há três anos.


Para o presidente da ADEPOL-PR, Dr. Daniel Fagundes, o governo precisa apenas manifestar boa vontade em trabalhar os números e construir uma solução junto com os servidores para corrigir a defasagem salarial que beira os 17%. “Os números são muito claros. Para se ter uma ideia, em 2018, o Estado arrecadou R$2,2 bilhões a mais que o previsto pela Secretaria da Fazenda para o período. A realidade é que há cinco anos a arrecadação do Estado só cresce. Se você somar as cinco altas consecutivas, o Estado viu sua receita crescer 48%”, disse o presidente.


Segundo Dr. Daniel, a expectativa é de que o governo sinalize positivamente para a reposição salarial, uma vez que os números e a própria Lei Orçamentária Anual confirmam a condição de concessão dos direitos dos servidores. “É Lei, é direito dos servidores, dos Delegados. Tem condições sim e temos certeza de que o novo governo não gostaria de ser confundindo com a continuidade do governo Beto Richa que não cumpriu promessas, não respeitou o servidor público, não honrou com suas obrigações de chefe de estado”, concluiu o presidente da ADEPOL-PR.